Início Atualidade Exportações de vinhos portugueses caem 1,3% em 2023

Exportações de vinhos portugueses caem 1,3% em 2023

vino

EXPORTAÇÕES DE VINHOS PORTUGUESES CAEM 1,3% EM 2023

As exportações de vinhos atingiram 928 milhões de euros no ano passado, traduzindo uma quebra na ordem de 1,3% (face ao recorde de 941 milhões de euros em 2022), com Portugal a falhar assim a meta traçada para 2023 de chegar aos mil milhões, revelam dados da ViniPortugal.

Em comunicado, enviado esta segunda-feira às redações, a ViniPortugal indica que, em 2023 as exportações de vinhos portugueses atingiram os 928 milhões de euros em valor e os 319 milhões em litros, tendo-se verificado um aumento do preço médio por litro para 2,90 euros, o que representou mais 0,66% em relação ao período homólogo.

“Como já tínhamos previsto e em grande parte devido ao contexto mundial que estamos a viver, as exportações de vinhos portugueses tiveram uma ligeira quebra em 2023, contudo uma descida menor do que a esperada. O comércio mundial de vinhos caiu muito em 2023, por razões diversas (inflação, taxas de juro, aumento do custo de vida, duas guerras, instabilidade económica nas famílias, entre outros fatores), o que levou a que as nossas exportações tenham baixado”, diz o presidente da ViniPortugal, Frederico Falcão, citado na mesma nota.

MAIS:  A AICEP está sendo alvo de investigações no negócio do lítio em Portugal

“Ainda assim”, – ressalva – “os dados dos nossos concorrentes a nível mundial apontam para quedas muito superiores à nossa, significando que, apesar de tudo, Portugal aumentou a sua quota no mercado mundial de vinhos”.

Olhando para o valor total das exportações, os vinhos portugueses registaram vendas de 406,9 milhões de euros para a União Europeia (um decréscimo de 2,40% em valor e 3,35% em volume), enquanto os países terceiros representaram 521,1 milhões de euros (uma diminuição de 0,17%% em valor e de 0,54% em volume).

Em termos de mercados, França foi o país que mais importou vinhos portugueses, com um valor de 103 milhões de euros, seguido dos Estados Unidos, com um valor de 100 milhões de euros. Em terceiro lugar surge o Reino Unido com 88 milhões de euros.

A ViniPortugal destaca o crescimento “exponencial” do mercado brasileiro para onde foram vendidos 80 milhões de euros de vinhos portugueses, ou seja, mais 9 milhões do que em 2022, assim como o facto de Portugal ter “ultrapassado mais uma vez a Argentina” naquele país, ocupando o segundo lugar nas importações em volume.

MAIS:  Famílias de adolescentes adictos às redes sociais processam as grandes empresas de tecnologia
Artigo anteriorProsegur Cash anuncia crescimento de mais de 30% em Portugal da sua solução para a gestão e automatização do numerário
Próximo artigoA Greenvolt emite títulos verdes e atrai quase 3 mil investidores. A procura supera a oferta em 12%