Início Atualidade Inflação anual na Alemanha caiu para 4,5% em setembro

Inflação anual na Alemanha caiu para 4,5% em setembro

Inflação anual na Alemanha caiu para 4,5% em setembro

A Alemanha registra uma inflação de 4,5% em setembro. A inflação homóloga no país caiu para 4,5% em setembro, após ter ultrapassado 6% em agosto e julho, de acordo com os dados divulgados pela agência federal de estatística alemã. A presidente da Destatis, Ruth Brand, afirma que, embora a taxa de inflação tenha atingido o nível mais baixo desde o início da guerra na Ucrânia, ainda é alta. Ela destaca que o aumento dos preços dos alimentos ainda é perceptível para os consumidores.

Os preços da energia na Alemanha aumentam 1,0% em setembro. Em comparação com agosto, o índice de preços ao consumidor (IPC) aumentou 0,3% em setembro. Em termos homólogos, os preços da energia aumentaram 1,0% em setembro, em contraste com os 8,3% de agosto. O aumento de preços mais baixos se deve principalmente ao efeito de base do aumento de preços do ano passado. A eletricidade está significativamente mais cara do que há um ano, enquanto o preço do gás natural, combustíveis e óleo de aquecimento diminuíram.

MAIS:  A Livingroup investiu 25 milhões de euros em um Eco-Resort no Algarve

Os preços dos alimentos na Alemanha aumentam 7,5% em setembro. Os preços dos produtos alimentícios aumentaram 7,5% em termos homólogos. Embora os aumentos de preços tenham desacelerado em comparação com meses anteriores, ainda são significativamente mais altos do que a inflação geral. Em particular, os preços do açúcar, geleia, mel, pão e produtos à base de cereais tiveram aumentos significativos.

A inflação subjacente na Alemanha fica em 4,6% em setembro. A inflação subjacente, que exclui os produtos alimentícios e energia, alcançou 4,6% em setembro. Se o impacto da energia for excluído, a taxa de inflação teria sido de 5,0%. Os preços dos serviços aumentaram 4,0% em termos anuais.

O IPC harmonizado da Alemanha fica em 4,3% em setembro. O IPC harmonizado para a Alemanha, calculado de acordo com os critérios da UE, foi de 4,3% em termos homólogos em setembro e de 0,2% em comparação com o mês anterior.

Artigo anteriorWall Street abre com otimismo e volta atenção para as atas do Fed
Próximo artigoElkington e os anos mais empolgantes de sua carreira