Início Atualidade Portugal continua ocupando o quinto lugar no ranking de dividendos da Zona...

Portugal continua ocupando o quinto lugar no ranking de dividendos da Zona Euro

Portugal saiu do pódio das dívidas públicas europeias, confirma Eurostat

Dividendos das cotadas portuguesas são os quintos mais atrativos da Zona Euro

Os dividendos das cotadas portuguesas são, pelo segundo ano consecutivo, os quintos mais atrativos da Zona Euro. Apesar de Portugal se manter entre os países da moeda única com remunerações acionistas mais elevadas, caiu no ano passado para a quinta posição, onde se mantém este ano, depois de já ter chegado a liderar a lista.

A Allianz Global Investors (GI), responsável pelo Dividend Study 2024, destaca que Portugal apresenta uma política de dividendos saudável e que as cotadas nacionais têm uma posição sólida, principalmente nos setores das telecomunicações, energia e saúde.

No entanto, o estudo também alerta para o facto de que o aumento do pagamento de dividendos em Portugal está a abrandar, sendo que a expectativa é que, nos próximos anos, seja dificil manter a tendência de crescimento observada nos anos anteriores.

No ranking dos países da Zona Euro com os dividendos mais atrativos, a Holanda ocupa a primeira posição, seguida de Espanha, Itália e França. A Alemanha, país com a maior economia da União Europeia, encontra-se em sexto lugar.

MAIS:  Efacec fecha contrato com RTE para modernização da rede elétrica francesa

A nível global, os Estados Unidos lideram a lista dos países com dividendos mais atrativos, seguidos pelo Reino Unido e pela Suíça.

Este estudo demonstra a importância dos dividendos como uma forma de remuneração dos acionistas e como um indicador da saúde financeira das empresas cotadas. Os acionistas procuram investir em empresas que distribuam regularmente dividendos, o que pode ser uma forma de atrair investidores e de aumentar o valor das ações.

Dividendos das cotadas portuguesas entre os mais elevados da Zona Euro

Os dividendos das cotadas portuguesas são os quintos mais atrativos da Zona Euro, segundo um estudo da Allianz Global Investors. Portugal tem uma política de dividendos saudável e as empresas nacionais têm uma posição sólida nos setores das telecomunicações, energia e saúde. No entanto, espera-se que o crescimento dos dividendos abrande nos próximos anos.

Portugal mantém posição dos dividendos atrativos na Zona Euro

Portugal mantém-se entre os países da Zona Euro com os dividendos mais atrativos. Apesar de ter caído para a quinta posição, Portugal ainda apresenta uma política de dividendos saudável e as empresas nacionais têm uma posição sólida nos setores das telecomunicações, energia e saúde. Espera-se que o crescimento dos dividendos seja mais lento nos próximos anos.

MAIS:  Bolsa de Lisboa encerra em alta seguindo tendência das praças europeias

Holanda lidera ranking dos países com dividendos atrativos

A Holanda ocupa a primeira posição no ranking dos países da Zona Euro com os dividendos mais atrativos. Em seguida, estão Espanha, Itália, França e Portugal. A nível global, os Estados Unidos estão em primeiro lugar, seguidos pelo Reino Unido e Suíça.

Dividendos como forma de remuneração dos acionistas

Os dividendos são uma forma de remuneração dos acionistas e um indicador da saúde financeira das empresas. Os acionistas procuram investir em empresas que distribuam regularmente dividendos, o que pode atrair investidores e aumentar o valor das ações.

Destaque para a importância dos dividendos nas empresas cotadas

Os dividendos das empresas cotadas são um indicador importante da saúde financeira das mesmas. Os acionistas procuram investir em empresas que distribuam regularmente dividendos, o que pode atrair investidores e aumentar o valor das ações.

Artigo anteriorEntregas de aeronaves comerciais pela Airbus aumentam em 2023
Próximo artigoJPMorgan revisa recomendação das ações da Galp para neutral e aumenta preço-alvo