Início Atualidade Casas em regiões de ski são tendência no mercado imobiliário de luxo

Casas em regiões de ski são tendência no mercado imobiliário de luxo

Casas em regiões de ski são tendência no mercado imobiliário de luxo

As casas de luxo localizadas perto de pistas de ski são muito procuradas como residências para o ano inteiro e como propriedades de investimento, tendência que deverá manter-se no mercado imobiliário de luxo internacional.

Esta é uma conclusão da Engel & Völkers, que identifica as Rocky Mountains da América do Norte e os Alpes da Europa como as localizações que os investidores mais procuram, seja para propriedades como chalets ou apartamentos.

“Para além da localização, as comodidades de luxo são o fator que os compradores mais valorizam aquando da escolha de uma propriedade. Adegas de vinho, spas, ginásios, home cinema e sistemas de domótica são normalmente uma obrigação”, diz Florian Hofer, Diretor Geral da Engel & Völkers Kitzbühel. 

Os preços mais elevados do mundo para imóveis de luxo em estâncias de ski encontram-se em Aspen, no estado norte-americano do Colorado, onde as melhores propriedades chegam a custar cerca de 116.000 euros por metro quadrado, e em Moritz, na Suíça, onde os preços por metro quadrado atingem os 106.000 euros.

MAIS:  Citroën lança ë-C3 elétrico por 23.300 euros

“Os imóveis prontos a habitar são particularmente procurados”, acrescenta Summer Berg, Licence Partner da Engel & Völkers Aspen. Além disso, “os compradores são indivíduos com um património muito elevado, vindos de todo o mundo. Em muitos casos, utilizam as suas propriedades premium durante todo o ano, incluindo durante a época baixa”, acrescenta Barbara Jost, Licence Partner da Engel & Völkers. St. Max Thornhill.

Artigo anteriorFaleceu Odete Santos, ex-deputada e líder comunista histórica
Próximo artigoO Banco CTT assegura que vai processar “todos os pagamentos de pensões” até ao final do dia