Início Atualidade Bow – Passeio Alegre 136, empreendimento exclusivo com casas de luxo na...

Bow – Passeio Alegre 136, empreendimento exclusivo com casas de luxo na Foz do Douro

Bow - Passeio Alegre 136, empreendimento exclusivo com casas de luxo na Foz do Douro

“Bow – Passeio Alegre 136”: Novo empreendimento de luxo na Foz do Douro

“Da Cantareira à Baixa, da Baixa à Cantareira, conhece os flipados todos de ginjeira” é uma das passagens de “Chico Fininho”, a canção de abertura do álbum “Ar de Rock”, o primeiro de Rui Veloso, lançado no verão de 1980 e que fez o músico ganhar o cognome de “pai do rock português”.

Ora, a Cantareira corporiza a antiga zona portuária da cidade do Porto, situada entre a estátua d’O Anjo Mensageiro e a Capela-Farol de S. Miguel-o-Anjo, o mais antigo farol do país, às portas da zona rica da Foz.

É precisamente aqui, onde o rio Douro acaba e o Atlântico começa, um pedaço mais à frente, que vai nascer mais um complexo residencial de luxo.

“A Savills/Predibisa apresenta hoje o novo projeto Bow, desenvolvido pelo arquiteto Sérgio Koch, que reúne os conceitos de modernidade, design e conforto na configuração deste novo empreendimento exclusivo de oito casas (3 são T0 e 4 são tipologia T1 e 1 é tipologia T2) localizadas na Foz do Douro”, revela a consultora imobiliária, esta quinta-feira, 2 de novembro, em comunicado.

MAIS:  CaixaBank BPI reavalia a recomendação para baixo e o objetivo da Greenvolt

As casas T0, com áreas que vão dos 48 aos 69 metros quadrados, têm preços de entre 390 mil e 450 mil euros, enquanto as T1 (áreas de 103 a 132 metros quadrados) custam entre 640 e 850 mil euros.

O preço da única habitação de tipologia T2, que tem 113 metros quadrados, está fixado em 730 mil euros.

Com uma previsão de conclusão e entrega em maio de 2025, o “Bow – Passeio Alegre 136” é promovido pela empresa Formalidades e construído pela MSBR.

“Tendo o Rio Douro como paisagem principal, este novo empreendimento exclusivo está localizado numa das zonas mais emblemáticas da Foz do Douro – a Cantaneira, e reúne o melhor que o Porto tem para oferecer – qualidade de vida à beira rio e à beira mar, através de um projeto de arquitetura de excelência que transparece nas oito moradias multifuncionais de design contemporâneo, que se encontram em fase de comercialização”, enfatiza Ana Jordão, residential business development director da Savills/ Predibisa.

MAIS:  A Galp assegura que não haverá atrasos na Namíbia
Artigo anteriorO G7 segue em frente com um novo código de conduta para a inteligência artificial
Próximo artigoO governo de Portugal estabelece a remuneração dos professores em formação