Início Atualidade Governo espanhol lança observatório de saúde e alterações climáticas

Governo espanhol lança observatório de saúde e alterações climáticas

Governo espanhol lança observatório de saúde e alterações climáticas

Governo lança observatório de saúde e alterações climáticas em Espanha

Numa altura em que Espanha atravessa ondas de calor e períodos de seca sem precedentes, o Governo lançou o Observatório de Saúde e Alterações Climáticas, com o objetivo de mitigar os impactos desses fenômenos na saúde humana. A organização destaca-se pela sua composição interdisciplinar e visa abordar transversalmente o impacto das alterações climáticas na saúde, coordenando o trabalho de monitorização, antecipação e avaliação das medidas tomadas.

Observatório abordará riscos para a saúde associados às alterações climáticas

O Observatório terá como funções rever e atualizar indicadores de saúde e alterações climáticas, buscando captar o amplo espectro de riscos para a saúde associados às alterações climáticas. Além disso, irá criar um sistema integrado de avisos e alertas para considerar diversas ameaças à saúde causadas por riscos compostos e em cascata associados às alterações climáticas.

Promoção da investigação científica e da gestão de impactos

A vice-presidente Teresa Ribera destacou a importância do Observatório para o progresso do país, promovendo avanços na investigação científica, melhorias na capacidade de resposta do sistema de saúde pública e gestão antecipada dos impactos das alterações climáticas. O Observatório foi implementado para cumprir as disposições do Plano Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas e do Plano Estratégico de Saúde e Ambiente.

MAIS:  Há previsões de abrandamento da economia global até 2024, alerta Banco Mundial

O papel da ciência pública no observatório

A ministra da Ciência, Inovação e Universidades, Diana Morant, enfatizou que a ciência pública espanhola é fundamental para o Observatório pioneiro. Será promovida a investigação científica sobre saúde e alterações climáticas no Sistema de Ciência, Tecnologia e Inovação do país, a fim de ajudar na tomada de decisões e proteger os cidadãos.

Proteção populacional na crise climática

A ministra da Saúde, Mónica García, afirmou que o Ministério da Saúde está empenhado em descarbonizar o sistema de saúde e proteger a população dos impactos das alterações climáticas, considerando a crise climática como uma crise de saúde pública.

Artigo anteriorComissão Europeia destaca importância de financiamento sustentável
Próximo artigoEmpresa portuguesa MOP alcança crescimento de 40% no volume de negócios em 2023