Início Atualidade 4.º trimestre regista maior número de assaltos ou tentativas de assaltos

4.º trimestre regista maior número de assaltos ou tentativas de assaltos

Securitas Direct

Os últimos anos têm revelado que os assaltos ou tentativas de assalto aumentam no quarto trimestre. Em 2022, o crescimento foi de cerca de 30%, depois de em 2021 se ter verificado um crescimento de 15%, segundo dados da Securitas Direct.

Este período do ano conjuga três fatores que constituem um risco acrescido de incidências reais: uma menor ocupação das segundas habitações, com as casas de férias a ficarem livres durante grande parte do último trimestre, as épocas festivas, Natal e Ano Novo que levam muitas vezes a deslocações, e as férias de inverno, que possibilitam viagens pelo país ou mesmo para o estrangeiro durante períodos mais longos.

Ainda assim, esta conjugação de fatores não tem de ser sinónimo de insegurança, desde que prepare a ausência da melhor forma. A Securitas Direct reuniu nove dicas que o vão ajudar a garantir a segurança da sua habitação durante esta época:

  1. Garanta que as fechaduras estão em boas condições. Confirme que todas as fechaduras funcionam bem e, se possível, invista em fechaduras com tranca para impedir ou dificultar a abertura das portas.
  2. Verifique e reforce a segurança de todas as janelas e portas. Apesar de esta ser uma medida que deve assegurar sempre que se ausenta de casa, deve certificar-se de que todas as portas e janelas estão bem fechadas. Pode ainda fechar as portas interiores da casa, o que dificulta o trabalho a possíveis assaltantes.
  3. Mantenha uma aparência exterior de casa habitada. Mantenha a aparência de que está em casa, recorra a um estendal com alguma roupa e deixe as persianas abertas de forma alternada. Se possível, tenha também um sistema automatizado de luzes que se acendam e apaguem durante o dia e a noite.
  4. Não publique a sua ausência nas redes sociais. Ao fazê-lo, estará a dar pistas sobre as suas viagens e potenciais ladrões vão saber da sua ausência.
  5. Desligue o atendedor do telefone de casa. Se tiver atendedor de chamadas, desligue-o. Telefonemas sucessivos sem resposta demonstram que não está ninguém em casa. Se possível, reencaminhe as chamadas para o seu telemóvel ou para alguém de confiança.
  6. Guarde os objetos de valor num cofre de alta segurança. Ao guardar os objetos de valor num cofre de alta segurança ou em locais que não são visíveis, pode evitar a sua perda em caso de roubo.
  7. Peça a alguém próximo para visitar a casa. Apesar de não ser necessário fazê-lo todos os dias, um familiar ou um amigo próximo pode visitar a sua casa, para que possa garantir que tudo se mantém normal e passe a ideia de que está habitada.
  8. Mantenha a sua habitação sob vigilância permanente. Os sistemas de segurança avançados permitem que, através do acesso remoto pelo seu smartphone, controle o alarme e verifique tudo o que se passa através de videovigilância
  9. Informe a central de alarmes que vai estar fora. Ao informar a central de alarmes acerca da sua ausência, no caso de o alarme da sua casa ser acionado, a polícia vai ser enviada ao local.
MAIS:  A Saudi Telecom está a considerar adquirir a Altice Portugal
Artigo anteriorAcordo da COP28 destaca a necessidade de abandonar os combustíveis fósseis
Próximo artigoMota-Engil: Desvalorização das ações e sucesso no PSI