Início Atualidade Fundo francês adquire hotel M.Ou.Co no Porto

Fundo francês adquire hotel M.Ou.Co no Porto

hotel M.Ou.Co

COMPLEXO CULTURAL E HOTELEIRO NO PORTO

No verão de 2021, abriu em uma rua discreta do Porto o complexo cultural e hoteleiro M.Ou.Co. O espaço está localizado em uma antiga fábrica de componentes elétricos e conta com três naves fabris. O investimento para a conversão do local foi de oito milhões de euros e foi realizado por um trio internacional: o francês Mickael Petit, o espanhol Ramón Rodriguez e a brasileira Sofia Miró.

M.Ou.Co: UM ESPAÇO MULTIDISCIPLINAR

O M.Ou.Co abrange uma área total de cerca de cinco mil metros quadrados e conta com diversas instalações. O complexo possui um hotel com 62 quartos, restaurante, salas de ensaios, sala de concertos e clínica para músicos. Além disso, há áreas exteriores de jardim, piscina, bar e esplanada. É um espaço multidisciplinar voltado para o universo musical.

COMPRA POR “PRIVATE EQUITY” FRANCESA

Após dois anos de inauguração, o M.Ou.Co foi adquirido pela “private equity” francesa Extendam – Capital Partners in Hospitality. A gestão do complexo ficou a cargo da Outsite, uma plataforma norte-americana especializada em nômades digitais. O valor da transação não foi revelado.

MAIS:  JPMorgan revisa recomendação das ações da Galp para neutral e aumenta preço-alvo

“NOVA ERA” DO M.OU.CO

A nova gestora do M.Ou.Co anunciou que o complexo passará por uma “nova era”. O empreendimento será orientado para a promoção do empreendedorismo, trabalho remoto, bem-estar, música ao vivo e descoberta do Porto. A sala de concertos continuará com sua programação, porém, haverá maior diversidade de eventos, como conferências, debates e workshops.

NÓMADES DIGITAIS NO M.OU.CO

Além do público tradicional de hóspedes, o M.Ou.Co passará a atrair nômades digitais. A gestora pretende transformar o complexo em um ambiente vibrante e cosmopolita, com foco na troca de experiências e oportunidades de networking. Portugal é atualmente um dos mercados mais fortes da Outsite no domínio do alojamento para trabalhadores remotos.

PROJETO DE PONTES E EXPERIÊNCIAS

A nova gestão do M.Ou.Co pretende construir pontes com a comunidade local e oferecer experiências únicas aos viajantes. Os eventos do complexo serão acessíveis tanto para os moradores locais quanto para os visitantes, buscando promover o intercâmbio intercultural e destacar o Porto como um centro de criatividade e inovação.

ESPAÇO DE REFERÊNCIA PARA NÓMADES DIGITAIS

O M.Ou.Co agora se posiciona como um espaço de referência para os nômades digitais. Serão oferecidos pacotes de “long stays” especialmente desenvolvidos para trabalhadores remotos internacionais. A nova gestão promete apresentar outras novidades em breve para tornar a cena cultural do Porto ainda mais vibrante e diversificada.

MAIS:  Centenas de funcionários ameaçam abandonar se a direção não se demitir
Artigo anteriorCongelamento do crédito imobiliário disponível a partir de 2 de novembro
Próximo artigoMaria de Belém Roseira critica CEO do SNS por falta de competências e recursos financeiros.