Início Atualidade O cliente tem sempre razão, até na área da sustentabilidade

O cliente tem sempre razão, até na área da sustentabilidade

O cliente tem sempre razão, até na área da sustentabilidade

O debate sobre o futuro do ESG

O debate sobre o futursustentabilidadesustentabilidadeêm argumentos fortes.

O que é o ESG?

O ESG surgiu para enquadrar o tema da sustentabilidade no mundo empresarial. Ele estruturou a sustentabilidade em três pilares: ambiente, social e governança.

Os argumentos contra o ESG

Os que apostam na morte do ESG apresentam três argumentos principais. Primeiro, não há garantia de que os investimentos em produtos financeiros e empresas classificadas como ESG sejam mais rentáveis do que outros. Segundo, não há evidências de que essas empresas tenham uma gestão com menos riscos, garantindo assim mais criação de valor a longo prazo. Por fim, o argumento mais conceitual é que as empresas ficam sobrecarregadas com vários objetivos e a gestão de múltiplos “stakeholders”, não tendo uma verdadeira prioridade.

A importância do ESG para os consumidores

Um estudo realizado em 2023 pela consultora Secnewgate revela que o ESG é cada vez mais relevante para os consumidores. O estudo foi realizado em 12 países e territórios e entrevistou 12 mil pessoas. A principal conclusão é que o contributo económico das empresas já não é suficiente para satisfazer as expectativas dos clientes. Os consumidores esperam uma ação genuína das organizações para mitigar os impactos nas pessoas e no planeta.

MAIS:  Amigo do Bitcoin, Portugal pode se tornar a "Suíça das Criptomoedas", diz analista da VanEck

A mudança das preferências dos consumidores

Uma grande parcela dos consumidores tem um maior “engagement” com os temas ESG. 53% dos inquiridos reconhecem a temática e 67% estão muito interessados. Além disso, 77% dos entrevistados defendem que as empresas devem agir na área do ESG. Cerca de dois terços dizem que a forma como as empresas abordam os temas ESG é relevante na sua decisão de compra, principalmente em relação a alimentos. Isso indica que as empresas que ignoram a temática do ESG podem perder uma parte importante dos clientes, principalmente das gerações mais jovens.

A reinvenção das empresas

É importante que as empresas se adaptem às mudanças nas preferências dos consumidores. Se as empresas não querem perder uma parte dos clientes, elas precisam reinventar seu portfólio de produtos e serviços, o que muitas vezes implica em mudar seu modelo de negócio.

Artigo anteriorAltice Portugal inaugura centro de interligação de redes internacionais em portugal
Próximo artigoRoubo de identidade entre os tipos de fraude interna que mais ameaçam a segurança das empresas